Ambev compra 200 toneladas de caju para produção de cerveja piauiense

A Cervejaria Ambev iniciou o processo de aquisição de cajus produzidos por agricultores do Piauí para fabricar sua primeira cerveja considerada “genuinamente piauiense”. Todo o processo foi intermediado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF).

As compras dos cajus foram iniciadas  na segunda-feira (17) e, nesta primeira etapa, os cajus estão sendo adquiridos de produtores dos municípios de Monsenhor Hipólito, Francisco Santos e Ipiranga do Piauí, por meio da Cooperativa de Cajucultores do Piauí (Cocajupi). Além desses municípios, também irão fornecer caju para a Ambev, produtores dos municípios de Canto do Buriti e Pio IX, que estão entre os maiores produtores de caju do estado.

Nas redes sociais, o governador Wellington Dias anunciou o inicio do processo de aquisição da fruta e informou que os municípios de Canto do Buriti e Pio IX fornecerão 200 toneladas de caju na venda inicial.

“O Piauí terá uma cerveja de caju, genuinamente piauiense! A Cervejaria Ambev iniciou nesta semana o processo de aquisição de cajus produzidos por agricultores dos municípios de Monsenhor Hipólito, Francisco Santos e Ipiranga do Piauí, por meio da Cooperativa de Cajucultores do Piauí (Cocajupi). Canto do Buriti e Pio IX também irão fornecer a fruta, em uma venda inicial de 200 toneladas. A iniciativa é uma parceria entre o Governo do Piauí e a Ambev para gerar emprego e renda para a agricultura familiar.” declarou o governador.

De acordo com a supervisora Agro da Ambev, Lanessa Vieira da Silva, nas primeiras compras, realizadas nos últimos dias 17 e 18, foram adquiridas 26 toneladas de caju. Ela ressaltou que e os agricultores estão bastante animados com o projeto. “Iniciamos as compras da matéria-prima na segunda-feira, nos municípios de Monsenhor Hipólito e Francisco Santos. A expectativa é que sejam adquiridas nesta primeira etapa mais de 200 toneladas de caju. Os agricultores estão muito empolgados, pois estão vendendo seu produto por um o preço justo e ainda terão como produto final uma bebida que vai valorizar a história e a cultura do Piauí”, concluiu a gerente.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Hérbert Buenos Aires, que juntamente com a equipe da SAF, tem acompanhado e incentivado à execução do projeto, destaca que a comercialização para os produtos da agricultura familiar é um dos principais objetivos da secretaria. “O Governo do Estado do Piauí, através da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar, esteve, desde o início, presente junto à empresa para garantir que o fornecimento do caju aconteça a partir da produção dos nossos agricultores e agricultoras familiares. Assim foi firmada essa parceria. A aquisição começou pela região de Picos, mas depois se estenderá até a região de Canto do Buriti e também em municípios da região norte do estado. Isso deixa a gente muito feliz porque mostra que é possível, sim, criar canais de comercialização para os produtos da agricultura familiar. Este é um trabalho e uma meta da nossa secretaria que é trabalhar e viabilizar meios de comercialização para nossos agricultores e agricultoras”, concluiu.

Fonte: Portal Ponto Net

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário