Prefeito Luciano Fonseca do município de Bertolínia é preso pela operação GAECO

0

O prefeito da cidade de Bertolínia, sul do Piauí, Luciano Fonseca, foi preso na manhã desta terça-feira (03/12) pela equipe do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO).

Segundo a denúncia do Ministério Público, o gestor faz parte de um grupo criminoso responsável pelo desvio de recursos públicos do município, após um relatório do Tribunal de Contas do Estado. Um dos casos que chamou atenção foi de uma ambulância achada em uma fazenda que, segundo o Ministério Público, teria sido usada como pagamento de uma dívida pessoal do prefeito Luciano Fonseca. Na época, o prefeito respondeu a denúncia dizendo que o veículo foi leiloado por ser um “bem inservível”.

O cargo de prefeito de Luciano Fonseca foi suspenso pela justiça, que determinou a posse imediata do vice-prefeito Geraldo Fonseca.

Além do prefeito e familiares, foram presos temporariamente Max Weslen Veloso de Morais Pires, Richel Sousa e Silva, Rodrigo de Sousa Pereira, Ronaldo Almeida da Fonseca, Ringlasia Lino Pereira dos Santos, Eliane Maria Alves da Fonseca, Aluízio José de Sousa e Kairon Tácio Rodrigues Veloso. Todos aguardam o fechamento do inquérito, que deve ser encerrado até o final dessa semana.

Ao todo foram cumpridos seis mandados de prisão em Bertolínia e cidades vizinhas.

Durante buscas na casa do prefeito Luciano Fonseca foi encontrada uma arma de fogo, que foi apreendida. Na residência de um ex-prefeito foram encontrados R$ 20 mil.

Fonte: portaldouglascordeiro

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect