Policiais serão treinados por franceses para combater lavagem de dinheiro no PI

0

Uma nova parceria entre a Embaixada da França no Brasil e a Polícia Civil do Piauí vai capacitar policiais civis e agentes públicos de investigação nas áreas de combate à lavagem de dinheiro e na perícia de aparelhos telefônicos. Os cursos serão realizados nos meses de setembro e outubro, no Tribunal de Contas do Estado, em Teresina.

O primeiro curso “Luta contra Lavagem de Dinheiro”, será ministrado pelo instrutor Guillaume Maniglier, delegado e chefe da Divisão da Luta contra os Crimes Financeiros e Econômicos, da Direção Regional da Polícia Judiciária de Versailles.

O segundo curso “Investigação Criminal através da exploração da capacidade de análise dos fluxos telefônicos”, terá como instrutor o francês Yves Lecocq, Oficial da Gendarmerie, força militar francesa.

“Uma capacitação que vai especializar nossos agentes na área de investigação de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, crime organizado, especializado em roubo e corrupção. Além da inteligência policial, com técnicas adotadas na polícia francesa após a apreensão de aparelhos telefônicos”, explicou o diretor de Planejamento da Segurança Pública Estadual, delegado Riedel Batista.

Cerca de 20 policiais civis da capital e do interior que trabalham na temática devem participar do treinamento, incluindo órgãos  como a Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DECCOR-LD), Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) e Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter)

Agentes de órgãos relacionados à corrupção também devem participar da capacitação como Ministério Público do Trabalho, o Tribunal de Contas e o Ministério Público por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado.

Equipamentos

O delegado Ridiel também adiantou que a parceria com a polícia francesa também deve render em melhorias para equipamentos de proteção e monitoramento eletrônico.

“Equipamentos como coletes balísticos mais leves e que se amoldam melhor no corpo e também um modelo que é muito usado nos países europeus, que é o de televigilância, para trazermos para o nosso centro de comando e controle”, explicou.

Policiais Militares

De acordo com Ridiel, uma capacitação voltada para policiais militares deverá ser realizada em 2020. “Um treinamento na área de ordem pública contenção de manifestações, policiamento preventivo, e polícia de proximidade, a França é referência nessa área”.

Drones

Uma outra parceria da Polícia Civil do Piauí com a Polícia Civil de Goiânia prevê a formação de 25 agentes de segurança na área de instrutores de manuseio de drones. O curso está previsto para o final de outubro.

“Goiânia tem uma escola Superior da Polícia muito bem aparelhada.  Eles têm a primeira unidade do Brasil de operação de drones. Conseguimos o primeiro curso de instrutor de drones para atividade policial. Vão vir 4 policiais goianos para especializar 25 policiais do Piauí das polícias Civil e Militar, Bombeiros e agentes penitenciários”, adiantou Ridiel.

Os drones são usados estrategicamente pela polícia na área de investigação, operações policiais, controle de incêndios e visualização de presídios.

Fonte: Cidadeverde.com

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect