Temer tem obstrução urológica e é internado para cirurgia em Brasília

O presidente Michel Temer passou mal na manhã de hoje (25) no Palácio do Planalto e está agora no Centro Cirúrgico do Hospital do Exército. O chefe do Executivo Nacional chegou a ser atendido pelo Departamento Médico do Palácio do Planalto e foi diagnosticado com uma obstrução na uretra. Reclamando de desconforto, Temer foi encaminhado para o Hospital Militar onde passa por procedimento cirúrgico para desobstruir o canal.

Foto: Beto Barata/PR

O Secretário de Comunicação Social da Presidência da República, Márcio Freitas, informou que o presidente saiu caminhando do Palácio do Planalto para o hospital. Temer chegou ao Hospital Militar em carro oficial, acompanhando da ambulância da Presidência. O mal estar não teria qualquer relação com o problema de obstrução parcial na artéria coronária diagnosticado em Temer no começo do mês.
O Palácio do Planalto divulgou nota oficial:
O Presidente Michel Temer teve um desconforto no fim da manhã de hoje e foi consultado no próprio departamento médico do Palácio do Planalto.
O médico de plantão constatou uma obstrução urológica e recomendou que fosse avaliado no Hospital do Exército, onde se encontra para realização de exame e devido tratamento.
Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República
Votação
O problema de saúde de Temer veio em meio ao impasse sobre a abertura da sessão na Câmara para votar a autorização do prosseguimento ou não da segunda denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República. Mais de quatro horas depois da hora marcada para a abertura da sessão, a base de apoio a Michel Temer ainda não havia chegado perto de reunir o quorum necessário para início da votação da denúncia contra o presidente da República. 

Só 258 deputados registraram presença em plenário até às 12h20. É preciso ao menos 342. A oposição está esvaziando a sessão com o objetivo de adiar a votação e deixar Temer mais algumas semanas sob desgaste.Mas vários parlamentares do governo também estão aderindo a esse movimento, o que preocupa aliados de Temer.
Fonte: Portal O Dia

Portal Uruçuí News